27/08/2009

Parabéns Kadu




Kadu

Um belo dia, eu estava em Mundo Novo, na porta da casa de Nadir, mãe de Pati, e passou uma menina branquinha, linda, olhos claros e com um saquinho de bala ice-kiss. Ela subiu em direção ao centro e, minutos depois, a mesma retorna, totalmente distraída à rua, então eu perguntei :
- São para mim estas balas?
Ela deu um sorriso doce e respondeu:
- Você quer uma?
Daí, me deu uma bala e eu perguntei se o recado seria para mim!
Tudo começou ali, naquele momento.
Alguns meses depois, descobrimos que ela estava grávida. Ficamos noivos e, por ironia sei lá, o quê, não prosseguimos com nossa relação! Aí, nasce KADU: uma criança linda, loira, olhos azuis; um rosto parecidíssimo com o dela; personalidade também.
A vida me levou para um caminho distante de tudo que realmente é meu: MEUS FILHOS. Uma distância talvez amedrontada, protelando, todos os dias, uma aproximação; o medo de, pelo fato de ter sido , sem motivo algum; de não ser presente em uma vida, 13 anos deixando sempre para “amanhã eu ligo”; amanhã vou vê-lo; amanhã eu o procuro e, assim foi passando, passando e passando o tempo. O crescimento; a construção de uma personalidade; as descobertas; a vontade de ter um carinho de pai, aliás, de ter um pai.
A fase “criança” já passou, e eu não o vi ser uma criança. Agora, vem a fase da adolescência: transformação total. Tudo muda, vêm as dúvidas; as descobertas de vida, de sexo, de tudo. O momento mais importante da vida está por vir...
Eu quero me redimir. Dizer que te amo muiiiiiiiiiiiiiito. Que você é querido, mesmo distante; mesmo não tendo vivido momento algum de tua história, te amo, te amo e te amo! Você é muito importante para a minha vida. Tudo o que faço é pensando em vocês. Pode não parecer.
Sei que você precisa de meu carinho e eu não vou mais protelar. Eu te amo, KADU, MEU FILHO!

Parabéns, felicidades, e você vai ser muito feliz, eu sei que vai!

Bjosssssssssss grandes
Rodrigo

4 comentários:

Alberto Pires disse...

Rodrigo...

Estou lhe devendo meus agradecimentos por suas palavras gentis,em relação aos meus posts,vc como sempre antenado com o mundo ao seu redor,por isso mesmo és tão sensivel.Obrigado pelo seu carinho,estou esperando seus comentários inteligentes.Muita Luz
Alberto Pires

Lilian Simões disse...

Ai Digo,Que fofura!!!!!!!Ele é muito lindo!!!!E tem o seu nariz lindo e a tua marra!!!Gatíssimos,pai e filho.
Beijos,parabéns.

Adriana disse...

Vc é realmente uma caixinha de surpresas...

Bjos

Fabiana disse...

Rodrigo,
Vi aqui em sua história um pouco da minha, pois namorando uma pessoa em apenas 1 mês estava grávida.
O pai sabe desde o dia em que descobri da gravidez até hoje que meu filho está com 2 anos e quase 6meses...ele sempre protela em conhecer e eu mesmo sabendo não lidar com isso ainda sem entender insisto em ele conhecer...fico na esperança de um dia ele aparecer em minha porta sem avisar dizendo que veio dar o abraço atrasado desde quando ele nasceu...isso não sai da minha cabeça, durmo e acordo pensando nisso...mas acho no fundo algo intangível.
Nisso meu filho que tem nome de anjo a cada dia olha pra foto dele pois a tenho em um mural as pessoas que ele terá como referência, e diz..."papai" sem nunca ter visto ou sentido o toque das mãos do homem que o ajudou a ser gerado, pois quem gerou e ainda o cria, educa, alimenta sou eu, a mãe e a referência de vida...
Lindo o que escreveu, que bom que mesmo depois de 13 anos vc ainda assim o procurou...
Sinto uma inveja boa nisso tudo, sabia? Rrsrs...
Ah, tenho um blog tb que fala sobre relações humanas e sentimento...dar uma passadinha por lá!
Só pra não esquecer, te achei no orkut de um amigo meu o Robsob Davi.
Um grande abraço e luz em seu caminho sempre.
Fabiana.